segunda-feira, 8 de agosto de 2016

O DOMADOR DE LEÕES

Estar de férias com um calor abrasador a ler um livro cuja ação se passa na Suécia em pleno inverno não deixa de ter a sua piada - eu a derreter e as personagens a baterem o dente. Foi o que aconteceu com "O Domador de Leões", o último livro de Camilla Läckberg editado em Portugal.

Sinopse:
Patrik e a sua equipa investigam o caso de várias adolescentes desaparecidas, que suspeitam ter tido o mesmo infeliz destino de Victoria Hallberg: esta ainda estava com vida quando saiu da floresta repentinamente e foi dar à estrada onde foi atropelada, mas evidenciava sinais de ter sido barbaramente torturada durante os 4 meses de cativeiro. Por seu turno, Erica também segue o seu rumo de investigações, que lhe parece estranhamente associado a Laila, uma mulher de meia idade a cumprir pena de prisão pelo assassínio do marido, mas que se recusa a falar do passado. Será que Erica e Patrik vão conseguir conjugar esforços e descobrir o criminoso?

Opinião:
Como todos os livros de Camilla, os crimes são particularmente violentos, pelo que nem todos os leitores de policiais os apreciam: não há cá Perry Masons a defender casos em tribunal com argumentos inventivos, nem deliciosas velhinhas a fazer tricot enquanto resolvem o crime lá da aldeia como se fosse um puzzle. Os tempos são outros e os crimes são puros e duros. Mas para os múltiplos fãs da escritora sueca é mais um policial de leitura compulsiva, desta vez a roçar o fantástico (no sentido do género). Gostei imenso do enredo, embora seja parcialmente previsível e o final me desiludisse um pouco...

Citação:
"«Se conseguires ter os pés e a cabeça quentes já te podes dar por satisfeito», dizia o avô. Gösta começava a compreender o que ele queria dizer: tudo consistia em não ter grandes pretensões."

18 comentários:

  1. Um colega falou-me do livro...
    abrazo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falou? E gostou? ;)

      Abrazo, MIXTU!

      Eliminar
  2. Quem sabe, se o frio das descrições não exerce uma influência refrescante sobre quem lê ?
    ... Só por isso já valia a pena ! :)) ... De resto, com este calor, nem ler me apetece !
    É só estar dentro de casa, uns chuveiros, tudo fechado (numa boa gestão de portadas, portas e janelas, umas bebidas (muito) e lá vem a noite mais fresca !

    Beijucas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso é coisa que não me passa com o calor, RUI. A vontade de ler, quero dizer... :)

      Beijocas

      Eliminar
  3. Um contraste que deve ter sido bem gostoso entre a canícula e o gelo sueco.
    Por cá nem ler apetece, só com os pés de molho.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso os pés de molho é uma boa ideia, para arrefecer um bocadinho, MANU! :)

      Beijocas

      Eliminar
  4. Já minha mãe me dizia
    "Juizinho e cabeça fria"

    (era alentejana)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha mãe diz ainda hoje "juizinho e cabeça fresca", ROGÉRIO. O princípio é o mesmo... :)

      Eliminar
  5. Mais uma sugestão para eu registar.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À minha pála já deves ter uma lista de registos daquelas, PEDRO! :)

      Beijocas

      Eliminar
  6. Prefiro ler os romances de Henning Mankel ou de Jo Nesbø aos romances de Camilla Läckberg.

    Prefiro a neve sueca ao calor abrasador do Algarve.

    Desejo-te umas férias fabulosas no sul de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso o que estou a ler agora é do Nesbo, EMATEJOCA. O outro autor não conheço... ;)

      As férias já acabaram, embora ainda tenha uns dias em setembro. Obrigada, anyway!

      Eliminar
  7. Invejo a tua capacidade de ler com este calor... (crimes então... puff puff!)
    Eu não consigo parar quieta e concentrar-me por mais de 15 minutos seguidos.
    Neste caso estar a ler sentada ao computador acaba por ser mais dinâmico já que o teclado não se queixa das mãos suadas e a caneca de chá gelado está estrategicamente longe de mim para me obrigar a desalapar a "peidola" de quarto e quarto de hora para ir beber.
    (férias em casa também cansa, ah poizé...)

    Beijinhos amiga, boas leituras
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa de pôr a caneca de chá a milhas é uma boa estratégia, para quem não é demasiado preguiçoso para se estar a levantar constantemente, AFRODITE! Convenhamos que aí lá se ia a concentração para a leitura, também! :)

      Obrigada e beijocas

      Eliminar
  8. E eu continuo sem dar grande confiança aos livros que continuam em fila de espera. Sou mais de ler em época de frio.

    Boa continuação e um grande beijinho Teté.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto de não passar cartão à livralhada tem os seus dias, não é verdade, ADÉLIA? :)

      Beijinhos

      Eliminar
  9. Um livro que entretém então :)
    mas vou esperar pelo frio para o ler LOL

    Blog LopesCa | Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, vais esperar por um tempo que mais se coadune, não é, LOPESCA? :)))

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)