sexta-feira, 21 de setembro de 2012

PRAÇAS DA MINHA VIDA

Nunca foi uma praça bonita, antes pelo contrário: era um enorme descampado, com muito trânsito a circular no pavimento de paralelepípedos existente, que convergia para o seu centro.  Num dos lados, mais precisamente no enfiamento da vereda da foto, um polícia sinaleiro comandava a circulação automóvel e pedonal, no cimo de uma peanha, a gesticular aparatosamente com um apito na boca.

O único espaço ajardinado era este (que ainda hoje existe), mas desde miúda que me habituei a atravessar a praça para os outros extremos: para ir para a escola primária, visitar os meus avós, mais tarde para o liceu ou para apanhar o autocarro (ou boleia) para a faculdade... Ao longo de mais de duas décadas foi caminho que percorri quase diariamente, ponto de encontro e de desencontros sucessivos que relembram histórias antigas, daí ser a praça da minha vida!

Depois de inúmeras alterações ao seu traçado, ao longo dos anos, não beneficiou nada em termos de beleza, mas  facto é que o escoamento de trânsito melhorou de forma significativa. Curiosamente, também nunca apelidei o local de praça - que é, pelo menos pós 25 de abril de 1974! - o seu nome original tem mais relação com o historial geográfico da zona...

Esta foi a minha participação no desafio lançado pelo Carlos Barbosa de Oliveira, no seu blogue "crónicas on the rocks", sobre as "Praças da Minha Vida", em que é suposto os seus leitores adivinharem a que praça nos estamos a referir. Daí, não ter sido mais óbvia... que muito mais haveria a acrescentar!

Trata-se - obviamente para os lisboetas, para os restantes nem tanto! - de Sete Rios ou Praça Marechal Humberto Delgado. Onde também se situa a entrada principal do Jardim Zoológico e um terminal de camionetas para todos os pontos do país. E, noutros tempos, a escola da PIDE/DGS, situada ao lado de um quartel de bombeiros, ambos desaparecidos.

Local onde o polícia sinaleiro comandava o trânsito, em frente da escola da PIDE/DGS (apenas parcialmente demolida, como podem verificar) e junto à estrada de Benfica, nos dias de hoje.

Nesta foto antiga, da net, ainda se podem ver os elétricos a passar ao lado do pequeno espaço ajardinado. Do outro, fica o Zoo de Lisboa.

30 comentários:

  1. Quase acertei, porque mencionei Benfica!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quase, quase, EMATEJOCA! Na verdade esta zona ainda é São Domingos de Benfica... :)

      Eliminar
  2. Pensei que seria uma praceta, da qual não sei o nome, que fica ali para o Principe Real.


    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por muito que existam outras praças bem mais bonitas e simbólicas, SÃO, o inegável é que esta fez (e ainda faz, embora não tanto!) parte do percurso da minha vida... :)

      Bom fim de semana para ti também!

      Eliminar
  3. Nunca a colocaria por ali...
    É que Sete Rios para mim é apenas o local de onde parto ou onde chego de "expresso"! :-))
    Tenho que ver se encontro este simpático recanto!
    E eu ainda a pensar se vou escrever ou não sobre uma praça da minha vida!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para ti, ROSA, e para muita gente! :)

      A "praça" sempre foi enorme, hoje em dia é cruzada pelos ares por um viaduto, beleza sempre teve pouca. Mas pronto, passei por lá tantos anos e tantas vezes, que tinha de ser esta... :)

      Suponho que já não vais a tempo para o passatempo do Carlos, mas claro que podes sempre escrever sobre a "tua" praça... :D

      Abraço!

      Eliminar
  4. Não foi fácil adivinhar a sua praça, não, Teté! Até o Rui da Bica, grande decifrador destes enigmas plissou! E mesmo eu, que ali vivi tão perto, mas isso já nem é de estranhar, porque sou um verdadeiro nabo!
    Mais uma vez,obrigado pela sua participação no desafio. Bom fds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem sabia que não seria fácil, CARLOS, pela foto! Mas se pusesse a entrada do Jardim Zoológico, ficava demasiado óbvio... :)

      Mas até tinha uma "pistazinha" lá no fundo, onde se podia ver o gradeamento do jardim... :D

      O prazer foi todo meu em participar! :)

      Bom fim de semana para si também!

      Eliminar
  5. eheheh
    Como poderia eu saber ? :)))
    Conheço relativamente mal a Lisboa de hoje ! O que dizer da Lisboa de há 30 ou 40 anos, com a foto sem qualquer referência identificadora para pesquisa ? eheheh
    Muito difícil para mim ! :)))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como já referi, RUI, a porta do Jardim Zoológico parecia-me uma referência óbvia demais, para uma suposta adivinha...

      E o atual viaduto, com azulejos de animais, idem! Igualmente não me parece que as "ruínas" da escola da PIDE/DGS ajudassem por aí além... ;)

      Enfim, é para compensar os múltiplos desafios teus... que nem chego perto! :)))

      Beijocas!

      Eliminar
  6. Eu também quase acertei, porque disse ser em Lisboa. :))
    Acho que a Teresa acertou em cheio, já que referiu Sete Rios.

    No fundo, o importante neste desafio/passatempo do "on the rocks", é a ligação afectiva dos leitores do CBO - mentor do dito - lol, com as respectivas Praças. Quer sejam bonitas e famosas ou não, digo eu!!

    Bom fim de semana, Teté!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vinda, JANITA!

      A Teresa acertou em cheio, porque ela foi minha colega de turma no ciclo e no liceu, logo sabia exatamente de que local eu estava a falar... :)))

      Mas concordo contigo, mais importante que as praças em si foi a participação e a brincadeira e a animação que proporcionou a todos os leitores do Carlos! :)

      Bom fim de semana!

      Eliminar
  7. Não chegava lá, mas agora ficou mais fácil. :p
    Gosto imenso de praças, mas aqui pelos algarves é coisa que não abunda muito...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não era muito fácil mesmo, através da foto, TONS DE AZUL! ;)

      Em compensação, rotundas não faltam... :)))

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Faz-se por guardar as boas memórias e esquecer as menos aprazíveis, PUMA! :)

      Eliminar
  9. Eu nem devia participar, Sete Rios (nem me lembro do nome atual) também é uma das praças da minha vida, como a Teté sabe. Sempre ali passava para ir para o nosso saudoso liceu D. Pedro V.
    Mas, pela fotografia, não era fácil!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabia que se visses o post adivinhavas logo direitinho, TERESA! :)))

      Como era para adivinhar, não pus a porta do Zoo, porque aí toda a gente chegava lá num instante... :D

      Beijocas!

      Eliminar
  10. Nunca lá chegaria a partir da imagem! E até conheci bem nesses anos 60/70... Recordações que nos marcam muito, não é?

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcam mesmo, GRAÇA! Nem nunca me esqueci do polícia sinaleiro, já que era junto a ela que nos tinham recomendado atravessar a rua... :)

      Bom fim de semana!

      Eliminar
  11. Na Estrela também havia um polícia sinaleiro! : )

    ResponderEliminar
  12. Havia em vários locais, antes dos semáforos começarem a aparecer em Lisboa, CATARINA! :)

    ResponderEliminar
  13. É curioso como todos temos uma praça!:)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Pois temos, Nina! Por vezes mais do que uma... :)))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. Ora bolas! Estas perspectivas diferentes dão cabo de qualquer raciocínio...Não chegava lá, não senhora, e no entanto já andei muito por aqui atrás de comboios e autocarros :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, SAFIRA, mas que graça tinha pôr a porta do Jardim Zoológico, ou os azulejos do viaduto com animais, ou até a linha de comboio, se era para adivinhar? Era dizer aos adivinhadores, tomem lá a papinha toda feita, quando não não adivinham... E até houve quem adivinhasse... :D

      Beijocas!

      Eliminar
  16. Pois foi ao ver o comentário da Teresa que se me fez luz e vi o gradeamento verde do jardim zoológico. Percebi onde era porque tenho lá passado com frequência. Era até há um mês atrás a zona onde viviam os meus filhos. Se bem que agora, depois da mudança de casa, também não estão muito longe daí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, e foram as duas únicas a acertar... se bem que a fotografia não era fácil, com outros locais mais evidentes para fotografar em Sete Rios! :)))

      Então os teus filhos vivem aqui pelas minhas zonas... :D

      Eliminar
    2. Pois é e eu costumo visitá-los regularmente. Pai e filho são benfiquistas... logo, sempre que há jogo aí... :)

      Eliminar
    3. Quer dizer, só não dá para esbarrarmos uma na outra, devido à multidão que vem ver os jogos, LUISA. E porque muitas vezes em dias de jogo prefiro ficar em casa, que é multidão a mais e depois é uma chatice ir a qualquer lado... :)

      Eliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)